INÍCIO     NOTÍCIAS     VÍDEOS    CINEMA    EVENTOS    FEMININO    GALERIA DE FOTOS    CONTATO
Proibido para menores de 18 anos
5 técnicas delirantes de masturbação para mulheres
31/03/2016 às 11:16:12

Atenção: Esta matéria contém teor sexual e é imprópria para menores de 18 anos.

Quem precisa de um parceiro necessariamente para ter prazer hoje em dia? Na cama, todas as possibilidades dos seus melhores orgasmos vêm de você. Além disso, às vezes, é ótimo apenas ter um tempo prazeroso sozinha. Você pode fazê-lo tudo à sua maneira, e ao seu tempo. Aliás, fazendo durar o tempo que quiser. Potencialize seu autoprazer


1. Batendo bolinho

Com o dedo indicador e o médio, suavemente toque seu clitóris variando a pressão e a velocidade até você entre em estado de alerta. Ouvir música sexy ou romântica pode melhorar seu humor e você ainda pode tocar seu clitóris conforme o ritmo da música. Feito com perfeição, os seus pequenos lábios e clitóris vão ficar úmidos e quentes. Quando o interior da sua vagina ficar coberta com seu fluido de amor, use-o como lubrificante.

Resista à tentação ficar apenas esfregando por fora. Mantenha o toque, e acrescente leves batidinhas em golpes curtos. A antecipação construirá com a pressão fazendo você chegar mais perto do orgasmo. Comece, então, a empurrar os seus dedos dentro de você e, em seguida, puxe-os para fora esfregando seus fluidos de amor para seu clitóris. O segredo é manter o ritmo e não correr à frente. Basta manter o movimento de fricção até que você não possa segurar mais.

2. Num sanduíche de bolinho

Posicione seu dedo indicador e médio pelo lado de fora e os apoie em ambos os lados de seu clitóris. Enquanto você gentilmente segura o seu clitóris com os dedos de uma mão, use os dedos da outra mão para acariciá-lo, enquanto varia a pressão e velocidade, mas com suavidade. Você também pode deslizar os dedos do ”sanduíche" para cima e para baixo percorrendo as laterais de seu clitóris também.

3. Com um sanduíche aberto

Esta técnica consiste em tocar suavemente e empurrar para baixo toda a sua região vaginal usando a palma da sua mão aberta. É uma variação dos métodos de estimulação direta com um estímulo muito mais amplo e focado. Mantenha sua mão aberta e os dedos estendidos. Movimentos de pressão longos e variados são os melhores para começar. Você vai tender a se torcer e girar sua mão para se concentrar em seu clitóris. Isso é ok, mas mantenha os dedos de fora para sentir um orgasmo diferente, com os dedos estendidos fazendo pressão em toda a região pubiana.

4. Fazendo a pelve pulsante

Esta técnica realmente simula o ato sexual, por isso, pode ser muito erótica. Deite de barriga para cima, joelhos dobrados e os pés apoiados na cama. Use o dedo do meio para penetrar sua vagina como se fosse um pênis. Imagine um homem gostoso esfregando seu membro em você de modo até que a entrada da sua vagina esteja molhada, suave e lisa. Não basta mergulhar seus dedos, é preciso ser gentil e trabalhar para lhe dar prazer. Imagine esse homem submisso às suas vontades. Você pode pode, inclusive, impedi-lo até que entre em você.

Conforme o dedo entra, suavemente, contraia os músculos da perna de tal forma que sua pélvis pulse em um ritmo similar a quando você faz amor com um parceiro. A ênfase está em seu impulso pélvico em oposição à ação do dedo. Empurre seu quadril contra e sua mão e dedo em direção oposta.

5. Usando chuveirinho

Essa é uma técnica de masturbação comum para as mulheres, mas que precisa ser feita corretamente para levar a um orgasmo alucinante. Use o jato do chuveirinho e o direcione no seu clitóris focando mais suavemente (de longe) e, em seguida, com mais firmeza (bem de perto). Você pode alternar entre esses dois extremos ou apenas encontrar um meio termo que lhe ofereça a dose exata para sensação de prazer direta. Você pode sincronizar seus movimentos de fricção para combinar a sua experiência de masturbação.

Reprodução Bolsa de Mulher - Amor & Sexo







E-mail: contato@itabiranet.com

(31) 8891-0512

NOTÍCIAS EM ÚLTIMO MINUTO!

© ItabiraNet 2019. Todos os direitos reservados. Webmail