INÍCIO     NOTÍCIAS     VÍDEOS    CINEMA    EVENTOS    FEMININO    GALERIA DE FOTOS    CONTATO
Sem forçar a barra
Como trazer o sexo de volta à vida do casal e erotizar a relação
19/02/2016 às 12:28:36

A relação a dois vai além da cama, mas muitos casais que estão juntos há muito tempo reclamam justamente quando o casamento ou o namoro não passam nem perto dela. A falta de sexo dentro dos programas que o casal faz junto e a desatenção de não olhar mais para o parceiro com desejo são aspectos que esfriam o contato dos dois. Entretanto, é possível, segundo especialistas, inserir doses de excitação à rotina e reacender a vontade de transar sem forçar a barra.

Colocar as cartas na mesa e ser sincera com você mesma e com o outro são as formas iniciais de identificar como trazer o sexo de volta.
 

Ou seja, a fórmula está pronta, mas não é mágica. O diálogo aberto com o parceiro é o meio mais indicado, se você não quer deixar o relacionamento descer a ladeira.

“É importante saber que, quanto menos se faz menos se apetece a fazer”, aponta a terapeuta de casais Cristiane Maluf Martin. “Procure identificar com o outro o que levou à desatenção dentro da vida a dois. Isto porque, o sexo também é uma atenção, uma entrega para o outro.”

De acordo com a terapeuta sexual Carla Cecarello, antes de usar recursos práticos, como brinquedos eróticos ou envio de mensagens picantes, é preciso conversar com o outro e tocar na ferida: o que tem acontecido para que o casal tenha perdido o estímulo sexual e a vontade de namorar?

Ela garante que uma conversa entre os dois sobre isso, ou até com amigos, ajuda a perceber o que a falta deste aspecto tão fundamental para um relacionamento faz com os dois e quais os caminhos para reencontrar o sexo.


“A conversa nunca deve ser feita na cama. Em um jantar romântico, por exemplo, um pode perguntar ao outro o que gosta no sexo – dizendo, “mas, e aí, você gosta disso, daquilo?”. Falar com amigos sobre a situação também pode ajudar.”

Mudar de cenário é outra dica que pode ser um trunfo na vida sexual do casal. Afinal, trazer novas experiências é bem excitante para qualquer pessoa. “O casal pode combinar de passar um final de semana em um hotel romântico, por exemplo”, comenta a terapeuta. Os planos também garantem que os dois saiam da rotina de trabalho, casa e filhos, para retomarem um contato íntimo mais próximo.

 

Carla avalia que atitudes mais práticas, como sugerir novas posições sexuais, se vestir com uma lingerie sexy ou mandar mensagens apimentadas ao logo do dia, são o segundo passo de uma busca pelo reencontro da intimidade.
 

O que faz o sexo esfriar

O alerta vermelho é ligado, segundo Cristina, quando os dois acumulam doses extras de comodismo e deixam de ter - sem perceber ou intencionalmente – o contato físico como antes.

“É perigoso para o bem-estar do relacionamento quando o casal não fica mais abraçado vendo TV, nem faz sexo, nem nada.”
Falta de sexo: é preciso perceber

Ela indica que, se o casal ainda não percebeu a falta de sexo como um problema, deve procurar se questionar sobre outros assuntos relacionados à convivência a dois.

“Falo isso porque 70% dos casais que me procuram no consultório não conseguem falar diretamente sobre a sexualidade. O assunto começa pelas bordas, com frases do tipo ‘ele não liga mais para mim’, ‘ela não se preocupa mais comigo’. Acabam percebendo, depois, que estão vivendo como irmãos.”

Bolsa de Mulher - Amor & Sexo







E-mail: contato@itabiranet.com

(31) 8891-0512

NOTÍCIAS EM ÚLTIMO MINUTO!

© ItabiraNet 2019. Todos os direitos reservados. Webmail