http://www.itabiranet.com/adm/img_int/images/palmeiras.gif
INÍCIO     NOTÍCIAS     VÍDEOS    CINEMA    EVENTOS    FEMININO    GALERIA DE FOTOS    CONTATO
Roubo Frustrado
Bandido aponta arma para militar durante assalto e acaba morto no Amazonas
11/07/2018 às 22:15:28

Dois irmãos tiveram um crime frustrado na noite desta quarta-feira, 11 de julho de 2018, ao tentar assaltar com uma arma de fogo a padaria Oficina do Pão na Avenida Brasil no Bairro Amazonas em Itabira. Kevyn Bruno da Silva Fonseca, 20 anos, e Anderson Breno da Silva Fonseca, 23 anos, não contavam com a presença de um policial militar no estabelecimento, um deles acabou morto e o outro baleado no pé.

Segundo testemunhas, Kevyn Bruno chegou de posse de uma arma de fogo anunciando o assalto, e com ameaças, ordenando que a funcionária que estava no caixa da padaria lhe entregasse todo o dinheiro, enquanto o seu irmão Anderson Breno aguardava do lado de fora do estabelecimento.

Durante a ação criminosa, um soldado da Polícia Militar que também estava na padaria, de imediato se identificou e ordenou que Kevyn Bruno largasse a arma, porém o mesmo apontou o objeto em direção ao militar que efetuou cerca de três disparos que acertaram o assaltante que caiu ferido, em seguida o policial também atirou contra o comparsa que saiu correndo pela Rua Rio de Janeiro.

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram chamados para socorrer o assaltante ferido, mas na chegada da Unidade de Suporte Avançado (USA) o médico da equipe apenas constatou o óbito de Kevyn Bruno.

A Central de Operações da Polícia Militar (COPOM) assim que foi comunicada do fato enviou várias guarnições ao local, os militares saíram em rastreamento a procura de Anderson Breno que foi baleado no pé e localizado na Rua Antônio Félix Filho no Bairro Clovis Alvim I.

Segundo a polícia, Anderson Breno foi preso e socorrido até o Pronto Socorro por uma guarnição policial, aonde recebeu o atendimento médico e em seguida foi liberado para ser apresentado ao delegado de plantão na delegacia de Polícia Civil.

De acordo com a PM, Kevyn Bruno esteve preso no mês passado por suspeita de homicídio, mas foi liberado do presídio de Itabira no dia 23 de junho devido ter sido absolvido pela justiça, já o seu irmão Anderson Breno que tem passagens por furto, roubo, ameaça e posse de arma de fogo, permaneceu preso até o dia 27 do mês passado no Presídio de João Monlevade e ganhou a liberdade provisória no sistema condicional.

A perícia técnica da Polícia Civil esteve na cena do fato e após os trabalhos de praxe liberou para que o corpo de Kevyn Bruno fosse removido para o Instituto Médico Legal (IML) no cemitério da paz. No local, foram recolhidas algumas cápsulas de munição .40 que saiu da arma do militar durante os disparos. Uma arma de fabricação caseira que foi usada pelos bandidos também foi apreendida.

O militar que efetuou os disparos foi conduzido até a sede do 26º Batalhão de Polícia Militar, aonde será ouvido no inquérito que vai apurar as circunstâncias do ocorrido. A arma do policial foi recolhida e se encontra na sede da PM a disposição da perícia.

ItabiraNet.com







E-mail: contato@itabiranet.com

(31) 8891-0512

NOTÍCIAS EM ÚLTIMO MINUTO!

© ItabiraNet 2018. Todos os direitos reservados. Webmail